Artigo comentado: Estudo Metaplus (2014)

Favoritar

Em 2014, o JAMA publicou o estudo conhecido como Metaplus, que teve como objetivo testar a eficácia de uma nova fórmula enteral suplementada com glutamina e ômega 3, na terapia nutricional de pacientes graves em UTI. O estudo constatou que esta fórmula imunomoduladora não mostrou benefícios comparada ao controle hiperproteico, além de contribuir para o aumento da mortalidade em 6 meses no grupo de pacientes clínicos. Tais resultados impediram o lançamento desta fórmula, pois surgiram em sintonia com outros estudos que também mostraram aumento de riscos com imunomodulação (Estudos EDEN-OMEGA, REDOXS e SIGNET). 

Por outro lado, o sucesso da fórmula controle hiperproteica corroborou os achados da literatura que correlacionaram maior oferta proteica com melhores desfechos clínicos em UTI, exemplificado nos estudos de Alberda et al (2009), Weijs et al (2012) e Allingstrup et al (2012).



Produtos Relacionados

Mais sobre o produto

Mais conteúdos como esse

Faça seu cadastro e tenha acesso a conteúdos exclusivos!

Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos e personalizados de acordo com o seu interesse!

x